quinta-feira, 17 de maio de 2018

EDIÇÃO 2081

Um artista que viveu no 
Seminário Claretiano em Esteio 
ARTISTA PLÁSTICO conta sua trajetória entre telas e pinceis, 
bem como sua passagem pelo educandário
Miguel Luz recebendo o  livro autografado do artista plástico
E é ele que conta: Fiquei três anos interno no Colégio Imaculada Conceição, de Dois Irmãos (RS), depois fui para o Seminário Claretiano, em Esteio (RS), e depois Rio Claro (SP). Quando cheguei em Esteio, a maioria dos meus colegas era descendentes de italianos. Falavam um dialeto italiano, eu um alemão, mas tinha que me comunicar com o mundo. Tímido como eu era, recorri ao desenho. Com simples lápis de cor, fiz uma arara tão linda, que o padre, professor de desenho, nem podia acreditar. Este mesmo padre tinha o estojo de tintas aquarela mais lindo que já vira ou poderia imaginar. Depois do incidente da arara, pude usá-lo para ilustrar as crônicas, as poesias, os textos enfim, os melhores escritos dos seminaristas, reunidos num livro anual, chamado Claretianinho. Eu e um colega, Dino Girardi, que fazia os desenhos, éramos dispensados dos serviços gerais de limpeza, para desenhar e pintar. O padre Xavier Mateo, recém-ordenado e vindo da Espanha, me deu dinheiro, que a família lhe presenteara, para compras as três primeiras telas e os primeiros tubos de tinta à óleo. Achava que eu tinha talento. No Seminário havia biblioteca, música, professores de música, instrumentos, coral, teatro, cinema, jornais e murais de todas as coisas que jamais tivera a minha disposição. Que mundo maravilhoso! Quantos recursos! Que formação! Mas eu tinha a pretensão de fazer mais pela humanidade, mas como leigo! Deixei o seminário em 25 de agosto de 1968. Quem passa pela “Estrada do Herval”, um mundo novo se deslumbra aos nossos olhos. Recordo da Cachoeira dos Bugres, linda, quantas vezes estive naquele local. Hoje fechado para os turistas permanece com sua beleza escondida. Resta a lembrança dos que a conheceram. Mas, agora muitas coisas mudaram. Chegou o asfalto, e com ele as sinalizações, a “Estrada do Herval” não é mais aquela. Surgiram pousadas, hotéis, restaurantes, casas lindas, parques etc. Mas nada me provocou tanto entusiasmo como uma casa localizada no KM 7, a esquerda de quem vai em direção à São José do Herval. Seu formato pode ser um Xis ou uma Cruz. A entrada é pelo lado, a subida é um pouco difícil. No alto imponente o casarão guarda uma surpresa indescritível. Na entrada da casa, lá estava o homem que eu viria admirar, pela sua cultura e pela sua arte. Bonachão, alegre, falante, vai recebendo os turistas, dando atenção a todos. Seu “guarda-pó”, (diz que veio da Alemanha) com marca de tintas de diversas cores e um chapéu de palha, (ele faz questão de não tirá-lo). Um breve passeio pelo atelier vimos de tudo, milhares de quadros. Todos os quadros têm uma história. Alguns, separados num acervo, ele diz que não vende. “Eles ficarão para a história”. Em relação a arte ele domina qualquer assunto. Seus quadros já foram comparados aos de Portinari. Sem contar com a beleza da localização do “Templo de Cultura”, que é maravilhoso. Ele nos explica: “Dia lindo, de um lado vejo Porto Alegre e do outro a cidade de Caxias do Sul”. Dificilmente a gente encontra um Flávio Scholles para uma boa conversa. Já anoitecendo, eu tendo de ir embora com medo da cerração, Flávio me chamou para o salão principal e ofertou-me com um livro de sua marca, com 488 páginas e a sua dedicatória. O livro é traduzido para 4 idiomas, o russo, inglês, o mandarim e o alemão.
Localização 
 São José do Herval KM 7 nº 98 - Morro Reuter 
Visitação 
Sábado e Domingo das 13 às 17 horas

Estudantes do Maria Marques participam de palestra sobre a história de Esteio 
ENCONTRO foi realizado durante as atividades da Semana do Livro na instituição
 Alunos, professores e palestrantes no encerramento da atividade
O diretor do ‘Museu Histórico Destaque’, Miguel Luz esteve realizando uma palestra para um grupo de estudantes do Centro Municipal de Educação Básica Maria Marques, na manhã do dia 26 de abril. O encontro ocorreu no laboratório de informática da instituição e contou com a participação de aproximadamente 30 adolescentes, das séries finais da instituição. A solenidade foi aberta com a exibição de um vídeo institucional que mostrou a visita dos jovens ao espaço cultural. Uma das organizadoras foi a professora Regina de Brito. Também prestigiaram a ação, o técnico em Biblioteconomia, Marcos Garcia e o professor de Filosofia, Thiago Silva. Durante o encontro entre os jovens e o palestrante, o jornalista Anderson Loureiro respondeu alguns questionamentos dos estudantes.
INFÂNCIA - Miguel Luz contou um pouco sobre sua trajetória e também recordou momentos importantes de sua infância, quando brincava, com outras crianças nas águas dos arroios que cortavam a cidade. Outro retratado por Miguel foi o período, já na adolescência que ajudava a armar o bolão em clubes da cidade e assim teve a oportunidade de manter contato com pessoas que fizeram parte da história da cidade. “Observo com tristeza o rumo em que alguns segmentos da sociedade esteiense tomou. Já chegamos a ter quatro clubes sociais, cinco CTGs e dois DTGs. Hoje grande parte não existe ou funciona em condições precárias”, comentou Luz. Durante a palestra, os estudantes puderam fazer perguntas a Miguel Luz e também ouviram dicas importantes. “A nova geração pode mudar a realidade e ter mais amor por esta terra”. A palestra de Miguel Luz foi uma das atividades previstas durante a realização da Semana do Livro, organizada pela instituição. Nesta edição da festa literária, o tema escolhido foi ‘Ler, Reler e Aprender’. Situada no bairro Três Marias, a instituição tem em seu quadro funcional a diretora Lisandra Scheffer; a vice, Camila Guedes; a orientadora Luciane Russo e a supervisora Sabrina Gaist. O ‘Museu Histórico Destaque’ fica situado na Rua Theodomiro Porto da Fonseca, 134, São Sebastião.
Diretor do Museu comentou sobre a importância de preservar a
história através de registros fotográficos
 Anderson Loureiro falou sobre a profissão e a trajetória da comunicação
Cotidiano do Três Marias sob a ótica da juventude 
A história do bairro Três Marias contada sob a ótica da fotografia. Com este intuito, um grupo de estudantes do Centro Municipal de Educação Básica Maria Marques participou de uma exposição. A atividade aconteceu nas dependências da instituição, durante a realização da Semana do Livro. De acordo com a professora de Artes da escola, Sílvia Camargo, a ideia deste projeto surgiu após os alunos terem assistido um vídeo sobre Sebastião Salgado. “A proposta teve como objetivo retratar em preto e branco, através de fotos, o cotidiano do bairro onde está situada a instituição”, explicou Silvia. Ela comentou que as imagens foram feitas através de câmeras dos aparelhos celulares, utilizando recursos de desbotar as cores deixando somente P/B. A exposição com os trabalhos dos estudantes será durante a realização do Dia da Família que está previsto para ocorrer no mês de maio.
Silvia apresentou o projeto sobre destacando a importância da fotografia

RESPONSABILIDADE 
E PRIVILÉGIOS 
Com o país em ebulição política e com a aproximação do período eleitoral, é hora de refletir a respeito do estado e país que queremos e precisamos. Segurança, saúde e educação; comida na mesa, moeda estável e inflação controlada; maior produtividade, um campo cada vez mais forte e uma indústria que se desenvolva. As pautas são muitas, mas há uma necessidade que perpassa todas elas. Quem recolhe o valioso dinheiro do trabalhador em forma de impostos e tributos, quem define a aplicação desses recursos, enfim, quem administra a máquina pública, tem a mais absoluta obrigação de ser responsável: seja criando leis, seja fiscalizando ou aplicando os recursos disponíveis. Famílias, empresas, comunidades, vidas dependem de suas decisões. Responsabilidade na vida pública é sustentar uma conduta ilibada, aplicar com correção os recursos disponíveis, investir com eficiência e não gastar de modo desnecessário. É preciso, pois, combater os privilégios que os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário criam para seu próprio proveito. Ainda que sejam legais (previstos em leis), são mecanismos imorais, irresponsáveis. Foi isso que tive em mente quando encaminhei o projeto que acabou com o absurdo das pensões vitalícias aos ex-governadores do Rio Grande do Sul. O Estado gasta R$ 4,3 milhões por ano com oito ex-governadores e quatro viúvas. Por mês, todo cidadão gaúcho ajuda a pagar mais de 30 mil reais para cada um. Esse privilégio de pouquíssimos era um verdadeiro deboche, uma irresponsabilidade para com uma população que padece em filas de postos de saúde e está à mercê da bandidagem. Todo dinheiro, todo recurso de que os poderes dispõem tem como fonte única o bolso da população, dos trabalhadores, das famílias brasileiras. Não há responsabilidade maior do bem que gerenciar esses recursos.

PPS inaugura novas instalações 
MAIS DE 150 PESSOAS prestigiaram a solenidade e puderam conhecer a nova sede do partido
Any falou sobre o trabalho que a sigla vem realizando no município 
As novas instalações do Partido Popular Socialista (PPS) de Esteio foi inaugurado na noite do dia 04 de maio. O evento contou com a participação de representantes de diversos movimentos da cidade e da região, assim como correligionários de diversas siglas. Em um breve pronunciamento, o presidente do PPS esteiense, Nilton Severo falou sobre o esforço coletivo das pessoas que compõem o partido para que este sonho se tornasse realidade. “Tenho orgulho de todos que ajudaram nesta construção, pois trabalharam de maneira igualitária e com o mesmo propósito”, disse Severo. Ele comentou que a nova sede do partido não é restrita somente aos filiados, mas sim a toda a comunidade de Esteio. “Apesar de muitas pessoas não gostarem da forma que está tomando a política, mas ela é importante pois ao longo dos anos se tornou uma ferramenta para mudar a vida das pessoas”.
LIDERANÇA - Segundo a deputada Any Ortiz, em três anos na Assembleia Legislativa foi possível enfrentar as adversidades e trabalhar com responsabilidade e credibilidade. “Sou a única representante do partido no Parlamento estadual e junto com outras lideranças do PPS pretendemos também conseguir eleger um representante na Câmara Federal”. Any enfatizou que entre projetos de sua autoria que estão em tramitação na AL está a implantação da disciplina de educação financeira na rede escolar. A nova sede está localizada na Avenida Dom Pedro, 1072, bairro Centro.
Deputada visita Museu Histórico Destaque
Deputada Any Ortiz com Miguel Luz e as integrantes da Liga de Combate ao Câncer da cidade
A deputada estadual Any Ortiz (PPS) esteve realizando uma visita a Esteio. Um dos locais em que a parlamentar esteve foi no Jornal e no Museu Histórico Destaque. O encontro ocorreu no entardecer do dia 04 de maio, onde ela, juntamente com sua comitiva foram recepcionados pelo responsável do espaço, Miguel Luz. Também prestigiaram a atividade, as representantes da Liga Feminina de Combate ao Câncer de Esteio, Dalvani Ferrasso da Silva e Maria do Carmo. Durante o encontro, Dalvani comentou com Any sobre a atuação situação da entidade, assim como o trabalho realizado pelas voluntárias, através do apoio psicológico, além da distribuição de fraldas e medicamentos. Any relatou durante a visita sobre um problema de saúde que a acometeu há aproximadamente quatro anos e que a busca por tratamento nos primeiros momentos foi de grande importância para obter a cura. “O trabalho voluntário é de expressiva valia para o bem comum da sociedade”. A parlamentar salientou que um de seus principais projetos de lei na Assembleia Legislativa foi terminar com as pensões vitalícias para os ex-governadores e esposas. “Tenho viajado por diversas cidades do interior do RS e observo que como representante do povo no Parlamento estadual tenho que desenvolver projetos que possam trazer benefícios para o Estado a médio e longo prazo”.


Maio marca a passagem do 
bicentenário de museus no país 
PROPOSTA VISA a pesquisa e à memória da produção do conhecimento 
junto a estes espaços culturais
Escolas e representantes da sociedade já estiveram no espaço cultural
O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) lançou no dia 03 de maio, a logomarca comemorativa aos 200 anos de museus no Brasil. Celebrados este ano, os dois séculos de presença contínua dos museus na vida social brasileira têm como marco os 200 anos de criação do Museu Nacional, hoje vinculado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A logomarca será utilizada em todos os produtos lançados pelo Ibram ao longo de 2018 e também estará presente em todas as ações desenvolvidas pelo órgão e seus museus vinculados. Entre os produtos e ações programadas estão a realização de seminário temático sobre o tema, a acontecer no Rio de Janeiro, e o lançamento de edição especial da MUSAS – Revista Brasileira de Museus e Museologia. A partir da criação do Museu Nacional, os museus se multiplicaram nas décadas seguintes por todo o território brasileiro, assumiram diferentes modelos, ampliaram suas áreas de atuação e marcaram a cultura brasileira de maneira decisiva. Hoje, são mais de 3,8 mil instituições cada dia mais abertas, voltadas à construção e ampliação de diálogos, sintonizadas com suas comunidades e visando um desenvolvimento sustentável em todas as frentes. 
HISTÓRIA - Criado em 6 de junho de 1818 por Dom João VI, responsável pela transferência da corte portuguesa para o Brasil, o então Museu Real – hoje situado no antigo Palácio Imperial de São Cristóvão, na Quinta da Boa Vista – foi pensado para propagar o conhecimento e o estudo das ciências naturais em terras brasileiras. Com acervo de mais de 20 milhões de itens, constituído principalmente por itens relacionados às áreas de Antropologia, Botânica, Entomologia, Geologia e Paleontologia, o Museu Nacional/UFRJ é a mais antiga instituição científica do Brasil voltada à pesquisa e à memória da produção do conhecimento, hoje reconhecida como centro de excelência de pesquisa em história natural e antropológica na América Latina. Em Esteio, um dos espaços culturais que preserva a história do município é o ‘Museu Histórico Destaque’. No local é possível conhecer um pouco sobre a história da cidade e verificar um acervo que tem mais de duas mil peças e que fica na Rua Theodomiro Porto da Fonseca, 134, bairro São Sebastião. Mais informações pelo telefone 3473-1712.


Fiéis participam de procissão 
em homenagem a São Jorge 
MANIFESTAÇÃO DE FÉ ao conhecido por santo guerreiro percorreu diversas ruas do Centro
 Autoridades e representantes de matriz africana da cidade e região prestigiaram a festa
A 24º procissão em homenagem a São Jorge/Ogum e Ogum Beira Mar em Esteio ocorreu na tarde do dia 28 de abril. Representantes dos centros de matriz africana da cidade e da região prestigiaram a procissão. O mestre de cerimônia foi Jauri Machado. Durante o dia, o público pode conferir a feira que comercializada roupas e acessórios para integrantes da religião. Por volta das 17 horas, os participantes da caminhada partiram defronte do Paço Municipal, localizado na Rua Engenheiro Henner de Souza Nunes. Em seguida, ingressaram na Avenida Presidente Vargas até a Rua São Sebastião do Caí. O término da procissão aconteceu na Casa de Mãe Dalva de Xapanã, na Rua Lajeado. Durante o percurso, foi distribuído para o público, fitas de cores variadas alusivas a São Jorge. Outro momento de demonstração de fé era o composto feito com ervas e banho de cheiro, que tinha como objetivo fazer uma limpeza na avenida. O caminhão do Corpo de Bombeiros do município conduziu uma imagem de São Jorge/Ogum pelas principais vias da cidade. A procissão contou também com o apoio da Guarda Municipal e Brigada Militar.
AGRADECIMENTO - Assim como muitos fiéis que participaram da caminhada, a idealizadora do evento, mãe Dalva de Xapanã percorreu parte do trajeto à pé e descalços. Ela salientou que uma maneira de agradecimento pelas conquistas, durante o ano que passou. “É uma festa que representa muito para mim. Iniciou numa época muito difícil de minha vida, em que a vida espiritual e financeira não deslanchava, então resolvi fazer uma promessa e se naquele ano houvesse mudança faria uma procissão ao santo guerreiro”, relatou. Mãe Dalva comentou que a ideia era pelo menos fazer por sete anos, interruptamente e já ultrapassamos mais de duas décadas. “Isso demonstra a fé que todos nós temos”. A vice-prefeita de São Leopoldo Paulete Souto enfatizou que pela primeira vez que prestigia o evento, mas que há alguns anos tinha conhecimento da dimensão da festa na região. “Além de ser um momento religioso, também é um ato de resistência e força”. Paulete informou que somente neste ano foi aprovado o Conselho Municipal de Tradições de Matriz Africana.
Integrantes da Casa da Mãe Dalva e colaboradores que ajudaram na procissão
Procissão religiosa percorreu diversas ruas da área central 
Bairro Santo Inácio se transforma 
em palco de feira literária 
UM DOS CANTEIROS centrais da avenida sedia o encontro entre livreiros, escritores e leitores
Autoridades e parceiros do evento prestigiaram a solenidade de abertura
A Avenida Governador Ernesto Dornelles, no bairro Santo Inácio está sendo palco da 21ª edição da Feira do Livro de Esteio. O evento iniciou suas atividades no dia 08 de maio, mas a solenidade oficial aconteceu somente no dia seguinte, com a presença da patronesse Léia Cassol. Participaram do ato, autoridades, livreiros e representantes de movimentos culturais da cidade. Além da venda de livros, muitas atividades culturais pode ser conferida pelo público. Além disso, o BiblioSesc, um caminhão do Serviço Social do Comércio (Sesc) transformado em biblioteca, e o Centro Cultural do Serviço Social da Indústria (Sesi), uma carreta com telecentro e biblioteca também estavam inclusos na programação. Nesta edição da feira, as escritoras Maria do Carmo Silveira e Norma Maciel Alves foram homenageadas.
PARCERIAS - O prefeito Leonardo Pascoal destacou que as parcerias para a realização da festa são importantes e por fim acabam envolvendo todos os segmentos da comunidade. “As estrelas da festa literária são os escritores, livreiros e leitores. Por isso merecem todo o reconhecimento”, comentou Pascoal. Ele salientou que além do público em geral, a presença do alunos da cidade e também de algumas escolas do município vizinho de Sapucaia do Sul tornam o evento ainda mais envolvente. O secretário estadual da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Victor Hugo Alves da Silva falou da alegria em estar prestigiando o evento literário em Esteio. “É um momento não apenas para mostrar as obras, mas os livreiros podem fazer negócios. Trata-se de uma feira do empreendedorismo”. Victor Hugo ressaltou que a escolha da patronesse, Léia Cassol tem uma representatividade especial. “Ela representa a pureza e a curiosidade das crianças”. Durante a cerimônia de abertura, Victor Hugo entregou alguns livros para Leonardo Pascoal que deverá ser distribuído nas escolas e até na Biblioteca Municipal.
CRIANÇAS - Em seu pronunciamento como patronesse da feira esteiense, Léia Cassol enfatizou que um evento desta magnitude acontece quando há uma interação entre Poder Público, escola e comunidade. “A literatura deve atingir todas as faixas etárias, mas nas crianças, que disseminam a importância da leitura”. A Feira do Livro foi organizada pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, com a parceria do Sesc, Sesi e Corsan. O encerramento acontece no dia 12 de maio.


Claudio Dusik
Esteiense conquista título de doutor em universidade federal 
Devido a conquista pelo título de doutor, alcançada na última semana, em tese defendida na Ufrgs, o Legislativo esteiense vai encaminhar uma moção de parabenização ao estudante Cláudio Dusik, 41 anos. Claudinho, como é conhecido, é servidor da prefeitura de Esteio e formado em Psicologia. Também apresentou como defesa de tese em Mestrado, há cinco anos,  o desenvolvimento de um teclado virtual. Estudou computação, eletrônica, neurociências e engenharia de software. É suplente de vereador pelo MDB. Dusik, que já planeja um título de pós-doutorado, desenvolveu uma interface entre o computador e pessoas com incapacidade grave, para comunicação por piscadas de olhos: A interação entre interface cérebro computador e sujeitos com incapacidade motora grave para comunicação. O equipamento, o dispositivo Muse Interaxon. Fica posicionando na testa e possibilita a comunicação através do teclado virtual. Ele sofre de uma atrofia muscular espinhal (AME), em estágio avançado. O documento foi aprovado em Plenário, a pedido do presidente da Câmara, Sandro Severo.


Container se transforma em 
moradia para famílias 
INICIATIVA VISA proporcionar economia para os cofres públicos 
e se tornar uma obra sustentável
Novas moradias transformam em obra limpa com redução de entulhos
O primeiro container-moradia a um usuário de aluguel social do Município foi entregue durante uma solenidade ocorrida no dia 04 de maio. A iniciativa é da secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação. A medida é parte de uma experiência que a Administração Municipal fará buscando a melhor alternativa aos kits moradia de madeira atualmente utilizados em reassentamentos. O primeiro beneficiado será uma família cuja casa, às margens do Arroio Sapucaia, havia desabado e que, desde então, vive em aluguel social. A seleção foi feita pela equipe de Serviço Social da pasta. O custo estimado de cada unidade do container-moradia é de R$ 35 mil. Ele tem uma área de 27,6 m², com pé-direito de 2,5 m. As paredes são isotérmicas, ou seja, isolam a residência de excessos de calor ou de frio. “Os containeres adequados para uso como moradia estão sendo utilizados em muitas cidades. O custo-benefício e a durabilidade são algumas das vantagens deste sistema. Os conjuntos de madeira apresentam problemas de conservação em pouco tempo”, comentou o titular da secretaria, Marcelo K. Pereira. O kit de madeira custa R$ 25 mil, mas tem um espaço menor (21 m²) e demanda mais manutenção. Já os recursos para o aluguel social giram em torno aos R$ 11 mil por mês para a Prefeitura.
SUSTENTÁVEL - Conforme o secretário, outros pontos a favor são a sustentabilidade, pelo fato de ser uma obra limpa, com redução de entulho e de uso de recursos naturais como areia e água, e a praticidade, pela flexibilidade e agilidade na montagem, feita em até 60 dias, e por um maior espaço interno para as famílias (27,6 m² contra 21 m² das atuais casas de madeira). Nesta experiência, assistentes sociais da Habitação vão acompanhar a família moradora e verificar a opinião em relação a questões sobre a qualidade da estrutura, adequação, comodidade e conforto. O registro fotográfico é de Cristiane Franco.


Esteio poderá ter mais um 
cartório de Registro Civil 
O Tribunal de Justiça do RS deve ser oficiando, nos próximos dias, pela Câmara de Vereadores com pedido para a instalação de mais um cartório de Ofícios de Registro Civil de Pessoas Naturais no município. A iniciativa, aprovada em Plenário, é do presidente do Legislativo, vereador Sandro Severo. Conforme o parlamentar, a solicitação deste serviço vem aumentando na cidade - são ao todo quase 90 mil habitantes, o que sobrecarrega o único cartório existente. “A proposta surgiu durante a visita ao diretor-geral do Detran, Ildo Mário Szinvelsky, para resolver a situação do atendimento do Centro de Registros de Veículos Automotivos (CRVA) do município, e por indicação do diretor, resolvemos entrar com o pedido na Câmara”, destacou Sandro Severo. O presidente ainda relatou que o atual cartório fecha ao meio-dia, o que dificulta o atendimento às demandas da população que usa este horário para resolver situações pertinentes ao serviço.

terça-feira, 27 de março de 2018

EDIÇÃO 2078

Uma aula diferente no Museu 
e no Jornal Destaque 
Estudantes do Centro Municipal Maria Marques tiveram a oportunidade 
de conhecer a história da cidade e como é desenvolvido um periódico
Miguel Luz com o grupo que visitou o espaço cultural
Apesar da chuva intensa, um grupo de aproximadamente 40 estudantes do 8º e 9º ano do Centro Municipal de Educação Básica Maria Cordélia Simon Marques estiveram realizando uma visita no Jornal, Museu Histórico e na Rádio Destaque. A visita ocorreu na manhã do dia 15 de março. Acompanharam o grupo, os professores Regina de Brito, de Língua Portuguesa; Filosofia e Ensino Religioso, Thiago Delaide da Silva e Guilherme Sumariva, de História. Rosana Machado Soares e Marcos Garcia também estiveram participando do passeio. De acordo com a professora Regina de Brito, um dos objetivos do passeio, além de saber um sobre mais sobre a história de Esteio, oportunizou com adolescentes a conhecer o cotidiano de um jornal e de uma rádio. “O foco da visita foi obter informações de como funciona um jornal e uma rádio e nada mais justo conhecer os meios de comunicação existente no município”, disse Regina. Ela salientou que neste ano, os alunos terão a missão de retomar as atividades da rádio e do jornal que funcionou por alguns anos na instituição. “A ideia é desde cedo ampliar os horizontes da juventude relatando sobre a influência dessas mídias no cotidiano da sociedade”.
HISTÓRIA DE ESTEIO SOB O OLHAR DA JUVENTUDE
Diretores da empresa, professores e alunos, durante visita no Museu Histórico Destaque 
Após conhecerem como era preparada a edição do JD, o grupo teve a oportunidade visitar o acervo do Museu Histórico Destaque. Os adolescentes ficaram fascinados com as peças, fotos existentes no local que contam um pouco da história do Município. O passeio foi conduzido pelo diretor responsável, Miguel Luz. Na oportunidade, os estudantes percorreram as salas que contam através da imagem determinados locais na cidade de como era e como estão décadas mais tarde. Também puderam visitar a área destinada a religiosidade, bem como outros objetos representativos.
ENTREVISTA TRANSMITIDA AO VIVO PELAS REDES SOCIAIS
Parte da turma visitou as instalações da Rádio Destaque
Enquanto um grupo estava no Museu Destaque, outros estavam visitando as novas instalações da Rádio Destaque. Os alunos conheceram um pouco mais sobre o funcionamento deste veículo de comunicação. No momento da visita, Lori Emanoela da Silva estava no ar com apresentação do ‘Tenda da Lori’. Lori entrevistou dois professores e um aluno que foi transmitida na ‘live’ na página Jornal Destaque, no Facebook. Interessados em conhecer o espaço cultural pode marcar um horário através do telefone 3473-1712 ou pelo e-mail jdestaque@terra.com.br. O Museu Histórico Destaque fica na Rua Theodomiro Porto da Fonseca, 134, bairro São Sebastião.
Estudantes prestaram atenção na explicação de Miguel Luz sobre a história de Esteio
Alunos também conheceram a exposição de fotos sobre a vida em países como Vietnã
Praça de Brinquedos é inaugurada no
Parque de Exposições Assis Brasil 
Iniciativa marca a passagem do centenário do Lions Internacional
Integrantes dos três clubes da cidade, além da governadoria participaram do ato 
Os três clubes de Lions de Esteio – Centro, Exposição e Industrial – inauguraram na tarde do dia 14 de março, a Praça de Brinquedos. A solenidade ocorreu nas dependências do Parque de Exposições Assis Brasil e contou com autoridades leonísticas, pelos integrantes dos clubes de serviço, bem como representantes do poder público como o presidente da Câmara de Vereadores Sandro Severo e o prefeito Leonardo Pascoal. Na área de segurança estava o comandante do Corpo de Bombeiros, Sargento Adelir Cemin,  Tenente Adriano Evangelho, do Comando do 34° BPM e titular do Consepro e Acise, Longuinho Muzykant. A nova área de lazer será utilizado pelas crianças do município e demais visitantes que lá costumam brincar acompanhadas de familiares.
DIVERSÃO - O Governador do Distrito LD-2, Jardel da Motta Pacheco, enfatizou a necessidade de espaços que oportunizem brincadeiras ao ar livre, esquecendo, nem que seja por algumas horas, os brinquedos eletrônicos, os tablets e os celulares. Durante a cerimônia de inauguração, foi salientado pelos dirigentes leonísticos que usaram da palavra,  a importância do trabalho realizado durante a Expointer o que permite os recursos necessários para melhorar a qualidade de vida da comunidade, como é o caso deste espaço. Os brinquedos – balanços, gangorras, carrossel, playground – foram adquiridos pelos três Clubes de Lions de Esteio com verba arrecadada, basicamente, através do trabalho realizado durante a Expointer, oportunidade em que são comercializados lanches, refrigerantes e sorvetes nos quiosques dos clubes de serviço.

Mano Changes visita o JD 
Um dos objetivos foi apresentar as ações que desenvolve no Badesul 
e também sua carreira artística
Diogo Bier e Miguel Luz trataram sobre assuntos expressivos
O diretor de Inovação e Sustentabilidade do Banco de Desenvolvimento do Sul (Badesul), Diogo Paz Bier, também conhecido pelo apelido de Mano Changes esteve realizando uma visita de cortesia a sede do Jornal Destaque. Mano Changes foi recebido na tarde do dia 14 de março, pelo diretor Miguel Luz. Durante a visita, o ex-deputado estadual e primeiro suplente a deputado federal pelo Partido Progressista (PP) contou do trabalho que vem realizando desde quando assumiu a função há aproximadamente três anos. “Foi um desafio, pois era uma empresa que estava há alguns anos fechando as contas de maneira negativa e em menos de um ano, já se podia comemorar sobre os avanços num curto espaço de tempo”, disse Bier. Ele comentou que foi um trabalho árduo que se tornou possível através de uma equipe. “A tecnologia pode ser considerada um fator expressivo, assim como em outros setores da sociedade. Temos que utilizar, como exemplo, a internet de maneira responsável e para seu benefício”.
FEIRA - Diogo Bier tem uma relação muito próxima com Esteio, pois desde a infância frequenta o Parque de Exposições Assis Brasil, durante o período da Expointer, devido a influência de seu pai que é integrante do Sindicato de Máquinas do RS. “É um município que é conhecido por este espaço ligado ao agronegócio e por algumas ações feitas em prol da comunidade”. Antes de ingressar na política, Mano Changes se tornou conhecido pelo grande público por ser integrante da banda gaúcha Comunidade NinJitsu que já esta na estrada há mais de duas décadas. Em seguida, Mano Changes concedeu uma entrevista no programa Falando no Ar, na Rádio Destaque.


Estudantes participam de feira na capital paulista
Alunos puderam mostrar um pouco sobre questões da adolescência
Com o tema “A Problemática Adolescente na Sociedade Atual”, estudantes do Centro de Educação Básica Edwiges Fogaça estão representando Esteio na 16ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), que ocorreu entre os dias 13 a 15 de março, em São Paulo. Os autores do trabalho são os alunos do 9º Ano B Bárbara Scheffer Alves, Eduardo Rocha Schubert e Luise Andrade Dörr, com orientação da professora Cristiane Gomes.  Os alunos conseguiram a classificação para o evento nacional durante a 26ª Feira Municipal de Ciências e Ideias (Femuci) do município, realizada em setembro de 2017. A pesquisa tem como objeto de estudo o problema do bullying e, como objetivo, mostrar que a sociedade adulta precisa levar as questões do universo adolescente mais a sério e não fechar os olhos para algumas problemáticas como depressão e o suicídio. Além de pesquisa em livros, filmes e sites, os estudantes também fizeram uma enquete com 60 colegas dos anos finais da escola, na qual 57% dos jovens afirmaram já terem sofrido algum tipo de bullying e, no entanto, somente em 24% dos casos o agressor foi responsabilizado.  Mais informações sobre o estudo feito pelos alunos da instituição esteiense estão disponíveis no site da Febrace.


Duplicidade em numeração de 
imóveis é tema de reunião
Dentro de no máximo 30 dias, a secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação deverá apresentar um levantamento sobre a numeração em duplicidade de algumas ruas do município. A decisão foi anunciada durante reunião entre integrantes da Comissão de Urbanização, Transporte e Habitação, representantes das redes de telefonia e o Executivo, no dia 13 de março. A situação das ruas, especialmente da Rua Garibaldi, que além de desordenada, tem a numeração em dose dupla, vem causando transtorno aos moradores  para a entrega de correspondências. A questão foi levantada pelo vereador Luiz Duarte, que levou o problema à Comissão. “Deve ter uma forma de resolver o problema dos moradores e empresas. A mesma situação acontece com parte  da Avenida Ernesto Dornelles, no bairro Santo Inácio”, relatou Duarte.  Sebeis falou que há uma lei - 2.414/1995 -, que trata da renumeração das ruas Garibaldi e Fernando Ferrari, mas que nunca foi cumprida. “Precisamos fazer um levantamento de campo para ver a situação pontual de cada rua, especialmente as citadas”, explicou. A Comissão é formada pelos vereadores Felipe Costella, Harri Zanoni e Leo Dahmer. No encontro também participou do encontro, a vereadora Rute Pereira.


Atletas participam de corrida no Litoral Sul 
Representantes da Acores conquistaram medalhas
Competidores da Acores que prestigiaram a corrida
Atletas e familiares prestigiaram mais uma vez a Rústica Verde, que ocorre anualmente no município de Arambaré, no Litoral Sul do Estado. A atividade aconteceu no dia 11 de março, onde o grupo se deslocou ainda de madrugada, de ônibus, que passou por várias cidades da Região Metropolitana, conduzindo os competidores. A corrida reuniu aproximadamente 500 atletas de diversas regiões do Rio Grande do Sul. Segundo o presidente da Acores, Paulo Henrique dos Santos, é um dos eventos mais importantes nestes primeiros meses do ano, onde pode-se corrigir alguns erros e a busca de um melhor preparo físico para as futuras competições. Um dos destaques deste evento foi na categoria infantil. Pyetra Bonatto foi campeã no feminino, percorrendo dois Km. Já Karina Faleiro Barcelos correu um Km e se tornou vencedora. Entre os adultos, Lucas Rafael ficou em segundo lugar, na categoria geral, correndo oito km, concluindo a prova em 31 minutos e 30 segundos. Os mais experientes também obtiveram bons resultados na competição. Pedro Teixeira da Silva ficou com a medalha de ouro, na categoria entre 50 a 59 anos. E entre 60 a 69 anos, Maureci Martins também subiu no lugar mais alto no pódio.
ANIVERSÁRIO SERÁ MARCADO COM COMPETIÇÃO 
Para marcar dos 24 anos da Associação dos Corredores de Rua de Esteio (Acores) será realizada uma atividade comemorativa. Além disso, a rústica servirá para arrecadar doações para o atleta Adão Juares Camões, que sofreu um acidente Vascular Cerebral (AVC). A corrida contará com modalidades infantil e adulta. As largadas serão em frente à Praça da Juventude, no Jardim Planalto. As inscrições devem ser feitas até o dia 16 de abril. O evento terá início às 8h45 com as corridas da mini rústica, voltada para a categoria infantil, para crianças de três a 12 anos (provas de 50 metros, 300 metros, 600 metros e 1 km). Para a categoria adulto, a corrida é de 7 km, tendo início às 9h30min. Para a prova principal, o valor das inscrições será R$ 30 mais um quilo de alimento não perecível. Para as crianças, a participação não terá custo. Para mais informações sobre a corrida e formas de ajudar o atleta você pode ligar para os números 99596-9363 ou 99202-6748. O endereço eletrônico da Acores é acoresrs@yahoo.com.br.


Bairro Três Marias vai abrigar 
 Loteamento Residencial
Residencial será construído em duas etapas
O Executivo Municipal, através do setor competente já concedeu o alvará para os trabalhos de infraestrutura do Loteamento Residencial Parque do Sabiá, conjunto que será erguido na Avenida Luiz Pasteur, 8125, no bairro Três Marias. Em uma primeira fase do loteamento, serão levantadas 500 casas de dois dormitórios, com 42 m² de área, destinadas a faixa 1,5 do programa (renda familiar de R$ 1,2 mil até R$ 2,6 mil). O investimento previsto, nesta primeira fase, é de R$ 58,5 milhões. O empreendimento prevê, ainda, numa etapa futura, mais 414 unidades pela faixa 2 (renda familiar de R$ 2.601 a R$ 4 mil), totalizando uma área de 200 mil m² e um investimento de R$ 105 milhões. Um dos diferenciais do empreendimento, segundo Kohlrausch, é a preocupação com a drenagem. A construção prevê uma bacia de contenção junto ao loteamento e, com isso, em dias de chuvas mais fortes, a água que escoar do residencial vai ser direcionada aos poucos para a rede, em acordo com o previsto no Plano Diretor de Manejo das Águas Pluviais. “São cuidados que precisamos tomar para que as novas construções não enfrentem problemas em períodos de chuva de maior intensidade”, informou.


LORI EMANOELA DA SILVA 
O SILÊNCIO TAMBÉM FAZ BARULHO... 
Quando estamos dispostos a modificar nossa capacidade de levar nossa vida, nos deparamos com um esforço grande em não cometer os mesmos erros do passado, e principalmente perdoar aqueles que de alguma forma nos causaram certo desconforto; ora caros amigos, preste atenção que tudo que realizamos somos responsáveis, portanto, pense, mas, pense muito antes de agir... Diante o caos criado por seus desafetos emane amor! As feridas abertas destes irmãos ainda ardem a ponto de emitir dores e desabores de suas almas, lembrando sempre que cada um dá exatamente o que carrega em sua alma... A luz meus caros toca a lama, e não se contamina. Seja a luz de seu caminho e deixe para os tolos o gosto amargo do silêncio, pois assim, terão a medida de seu agir, o gosto amargo da indiferença. Na luz que me ilumina, paz & bem Abraço fraterno, toda bênção!
Telefone de contato: (51) 993080260



Palestra e mostra de produtos 
marcaram o dia da Mulher

Lori realizou atendimentos para as associadas
Entre as atividades que marcaram o dia Internacional da Mulher na região, no dia 08 de março, a Acise de Esteio preparou um evento para atrair as associadas. No período da tarde, nas dependências da entidade, teve início a programação com a presença de uma loja do ramo de cosméticos e perfumaria dando dicas de beleza e fazendo maquiagem. Também havia um espaço para demonstração de lingeries e bijuterias. A colunista do Jornal Destaque e apresentadora do programa Tenda da Lori da Rádio Destaque, Lori Emanoela esteve realizando um trabalho de leitura de cartas ciganas. Além disso, esteve prestigiando o encontro, o brechó Santa Zina, com roupas e acessórios, bem como a venda de calçados de uma confecção própria. Por volta das 18 horas, o especialista em gestão empresarial Elenice Pires Franco realizou uma palestra. O tema escolhido neste ano foi ‘Comunique-se melhor. Autoconhecimento é a chave para harmonia e sucesso nas relações pessoais e profissionais’.


Abertura das atividades do Clube de Mães Arco Íris é marcado com uma tarde tropical
Sócias do clube tiveram um tarde diferenciada
Cerca de 40 pessoas prestigiaram a primeira atividade de 2018 do Clube de Mães Arco Íris, de Esteio, na tarde do dia 08 de março. A festa foi realizada na sede da entidade que fica localizada na Rua 24 de Agosto, na área central do município. Participaram da festa representantes do Executivo, Legislativo e colaboradores. O tema escolhido foi às maravilhas do Hawai, num clima tropical com roupas coloridas e uma mesa farta com frutas variadas. O filho de uma das sócias fundadoras do clube, o professor Vito Smigelskas fez a leitura de um poema sobre a atuação da mulher em nossas vidas. A vencedora do concurso Mamãe do Ano, de 2017, Noeli entregou um presente para as participantes. Segundo a presidente do Clube de Mães, Bernadete Fai, o retorno ocorreu em grande estilo, principalmente na data que marca o Dia Internacional da Mulher e ter a oportunidade de reverenciar a todas pela dedicação e a parceria ao longo dos anos. “A cada reunião é um momento de alegria e de troca de experiências. Somos uma grande família”, disse Bernadete.


JANAINA SANTOS 
SISTEMA DE GARANTIA DOS DIREITOS DA CRIANÇA E ADOLESCENTE 
Entenda como está formado o Sistema de Garantia e onde o Conselho Tutelar atua dentro deste Sistema. O SGDCA é formado pela integração e a articulação entre Estado, família e a sociedade civil. Estrutura-se em três eixos estratégicos de atuação: Defesa – responsabilizar o estado, a sociedade e a família por ameaça ou violação e propiciar acesso à justiça para assegurar e exigir direitos. Quem defende? Conselho Tutelar, Poder Judiciário, Ministério Publico, Segurança Publica e entidades não governamentais de Direitos. Promoção – Dar efetividade as políticas sociais básicas e as medidas de proteção e socioeducativas. Quem Promove? Conselhos de Direitos, Conselhos setoriais, entidades não governamentais e família Controle - Acompanhar e avaliar as ações de promoção e defesa, atuar para melhorias e correções. Quem controla? Conselhos de Direitos, Conselho tutelar, Conselhos setoriais, Fóruns e Movimentos Sociais, Poder Legislativo/controle externo, poder executivo/controle interno. Todos os responsáveis por executar o direito, como: professores, educadores, médicos, enfermeiros e demais atores sociais e equipamentos.


Comunidade do Santo Inácio participa 
do Descarte Consciente
A primeira edição do evento ocorreu na Avenida do Carnaval
Computadores e aparelhos de televisão foram recolhidos durante a ação
O canteiro central da Avenida Governador Ernesto Dorneles, no bairro Santo Inácio foi o local escolhido para a primeira edição do ano do projeto Dia do Descarte Consciente. A atividade ocorreu no dia 17 de março, das 9h às 16 horas. Durante a ação, através do secretário Marcos Dal’ Bó, da Educação realizou a entregou cerca de 40 computadores que estavam ultrapassados, oriundos de dois centros de informáticas já desativados, e os levou até o ponto de coleta. O chefe do Executivo Municipal, Leonardo Pascoal esteve à tarde, conferindo o trabalho realizado no bairro. Com a doação por parte da comunidade, bem como a pasta da Educação foi doado 1.190 quilos de eletroeletrônicos, pilhas velhas, lâmpadas queimadas e óleo de cozinha usado, que, se descartados de forma irregular, poderiam comprometer a água, o solo e outros recursos naturais.
DESTINO - Os eletroeletrônicos serão desmontados pela Cootre e os componentes serão vendidos, gerando renda para os associados da cooperativa. As lâmpadas e óleo serão entregue para empresas que dão destinação adequada para os produtos. A primeira edição do Dia do Descarte Consciente de 2018 foi promovida pela secretaria do Meio Ambiente, pela Cooperativa de Trabalho de Recicladores de Esteio (Cootre) e Conselho Municipal do Meio Ambiente (Comam). Em 2017, aconteceram quatro edições do Dia do Descarte Consciente. O projeto foi realizado no Centro, junto com a Acise, e nos bairros Novo Esteio, Santo Inácio e São José. Ao todo, foram 3,3 toneladas de materiais arrecadados.
DOIS PONTOS PARA DESCARTE EM SAPUCAIA 
Já em Sapucaia do Sul, o setor competente disponibilizou dois locais para descarte dos aparelhos de televisão que não serão mais utilizados por conta do desligamento do sinal analógico, ocorrido no dia 14 de março. Os pontos de coleta ficam na Praça do CEU, que fica na Avenida Valdemimo Rodrigues Machado, s/nº, bairro Vargas; e ao lado da Unidade Básica de Saúde Fortuna, na Rua Giruá, nº 801, no bairro Fortuna.


Melhorias na DP de Esteio é alvo de debate 
Titular da Delegacia deu explicações sobre o trabalho
Delegado André Sperotto atendeu a comitiva explicando o funcionamento da DP
As demandas da Polícia para possibilitar um melhor atendimento à população esteiense e a possibilidade do retorno do registro de ocorrências por 24 horas. Estas foram às pautas da reunião realizada com o delegado André Luís de Castro Sperotto pela Comissão de Segurança do Legislativo Municipal. O encontro aconteceu no dia 20 de março e foi presidida por Márcio Alemão e composta por Mário Couto e Ari Zanoni, na sede da DP. De acordo com Sperotto, a decisão de deixar de realizar o registro de ocorrências durante a noite teve a intenção de priorizar o trabalho envolvendo investigações, devido ao efetivo reduzido de agentes. André também afirmou que o número de ocorrências registradas no período noturno era baixo. Para efeito de comparação, segundo o policial, uma média de 40 registros eram feitos por dia, antes do fim do plantão. Já com o horário de expediente atual, das 8hs às 18hs, esse número passou para 30. Além disso, ocorrências que envolviam criminosos pegos em flagrante, não podiam ser registrados em Esteio e já costumavam a ser registrados em Canoas. Em posse das informações recebidas do delegado, a Comissão de Segurança deve marcar uma reunião na Secretaria Estadual de Segurança Pública, no próximo mês. Uma das demandas a ser levada ao governo estadual será a possibilidade do aumento do efetivo da Polícia Civil no município.


Dupla é capturada após roubo de carro
Dois homens foram presos por policiais militares do 34º BPM, por envolvimento em roubo de carro. O fato aconteceu na noite do dia 14 de março, por volta das 19 horas. Segundo informações obtidas pela Brigada Militar, uma guarnição recebeu um alerta sobre o roubo de um automóvel no município de Canoas e foi avistado na BR 116, nas proximidades do Parque de Exposições Assis Brasil. Houve uma perseguição, onde a dupla perdeu o controle do carro e tentaram fugir, mas acabaram sendo preso nas imediações da Vila Pedreira. Os indivíduos foram encaminhados ao Hospital São Camilo para exames de lesões e em seguida conduzido a DPPA, em Canoas, onde foi lavrado a ocorrência.


Operação resulta em nove prisões por roubo 
Intitulada como ‘Décima’, a proposta foi prender os 
envolvidos em assaltos na Região Metropolitana
Desde as primeiras horas da manhã, os policiais já estavam em alerta para atuar na operação
A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Repressão ao Roubo de Veículos (DRV) e do Deic,  deflagrou no dia 20 de março, a operação denominada ‘Décima’. Um dos principais objetivos da ação foi prender suspeitos envolvidos em assaltos de carros na Região Metropolitana. Foram cumpridos ao todo 17 ordens judiciais, sendo dez mandados de busca e apreensão, bem como sete de prisões temporárias em diversas cidades, entre elas, Esteio, Porto Alegre, Alvorada e Viamão. Durante a operação foram apreendidas três armas de fogo e um veículo roubado. Também foram recuperados diversos objetos sem comprovação de procedência.
PRISÕES - Segundo os delegados Adriano Nonnenmacher e Marco Guns a denominação ‘Décima’ se deve à quantidade de operações policiais realizadas pela DRV em 24 meses ininterruptos de atuação. Dos 443 presos, no período, 134 foram presos em operações policiais. ”Nesta atividade foram efetivadas seis prisões temporárias, tendo havido igualmente três prisões em flagrante, pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo”, disse os delegados. Eles salientaram que os roubos aconteceram em diversas localidades, em especial aqueles que ficam em regiões com elevado índice de vulnerabilidade social, nas respectivas cidades abrangidas pela operação. “Todos os suspeitos detidos têm vinculação com crimes patrimoniais violentos e tráfico de drogas”. As vítimas dos roubos identificados serão convidadas a comparecer para o ato de reconhecimento pessoal dos presos.


Polícia Civil apreende drogas, 
dinheiro e carro no Cohab
Foram recuperados uma quantia expressiva em dinheiro
Agentes da 1ª Delegacia de Polícia de Sapucaia do Sul apreenderam drogas, dinheiro e um veículo. A ação, que ocorreu no dia 16 de março, contou com o apoio da 2ª DP do município e da Delegacia de Esteio, foi decorrente do cumprimento a mandados de busca e apreensão, no bairro Cohab. De acordo com o delegado Fernando Siqueira, a atividade foi realizada no combate ao tráfico de drogas. “Durante as buscas vários aparelhos celulares, balança de precisão, sacos plásticos para embalar entorpecente, aproximadamente cinco mil reais em dinheiro e 184 pedras de crack prontas para a venda”, relatou Siqueira. Ele destacou que dois veículos que seriam usados para o tráfico também foram apreendidos. “O suspeito, um homem de 45 anos, não se encontrava no local, mas já está devidamente identificado”, complementou o delegado.


Assalto mobiliza policiais da região
Além do carro, os policiais recuperaram os objetos oriundos do assalto
Assalto, perseguição e prisões mobilizaram policiais militares de Esteio e Sapucaia do Sul. O fato foi registrado no dia 17 de março, quando por volta das 12h30, uma guarnição foi comunicada sobre o roubo de um veículo da marca Polo, de cor prata, que havia sido roubado no bairro Niterói, em Canoas. Após alguns minutos, foi emitido um novo alerta que no carro havia três homens e que tinham assaltado uma loja de materiais de construção localizada na Avenida Presidente Vargas, no Centro de Esteio. Diante da situação, PM’s do 34º BPM iniciaram uma perseguição pela área central da cidade que culminou com o encontro dos suspeitos num trecho da RS 118. Foi feito um cerco policial na via expressa que contou com apoio dos policiais militares do 33º Batalhão sapucaiense. Na fuga, os indivíduos abandonaram o veículo na Rua Governador Palheta e tentaram se esconder num arroio. Um dos envolvidos foi detido próximo a margem do córrego. Em seguida, outro indivíduo foi preso ao tentar se esconder num estabelecimento comercial situado entre as ruas Cel. Genuíno e José Felipe, no bairro Primor. O Corpo de Bombeiros foi acionado para encontrar um revólver calibre 38, que foi jogado no arroio e era utilizado para cometer os delitos.


Homem é preso no São José com arma
Arma utilizada na tentativa de homicídio no São José
Policiais militares do 34º BPM de Esteio efetuaram a prisão de um homem de 53 anos, por tentativa de homicídios e porte ilegal de arma de fogo restrita. A detenção aconteceu no dia 18 de março, por volta das 11h30, no bairro São José. Conforme informações da Brigada Militar, a prisão se deu após ser dado um alerta de que um indivíduo teria efetuado disparos contra seu desafeto, o qual não foi atingido. Com o homem foi encontrado um revólver calibre 38, com a numeração raspada, bem como dois estojos deflagrados e três munições intactas. O indivíduo foi preso e encaminhado ao Hospital São Camilo onde foi realizado diversos exames de lesões e em seguida conduzido a DP local, onde foi lavrado a ocorrência.

quarta-feira, 14 de março de 2018

EDIÇÃO 2077

HOMENAGEM
Malu Storck recebendo a honraria in memorian ao esposo falecido no ano passado
Antes de iniciar a primeira reunião almoço de 2018, promovido pela Acise/CDL de Esteio, em fevereiro, um momento emocionante entre o público que esteve prestigiando o evento. Foi entregue uma placa para Malu Storck, em homenagem ao trabalho desenvolvido na entidade pelo seu esposo, Claudio, falecido em novembro de 2017, vítima de câncer. O radialista e jornalista, por muitos anos, contribuiu para as ações da entidade de classe, bem como também atuou como mestre de cerimônias nos mais diversos eventos realizados tanto pela Acise, quanto pelo CDL.


Presidente da Câmara visita o Jornal Destaque 

Representante do Legislativo falou sobre as ações que pretende realizar neste ano
Sandro e Miguel Luz conversaram sobre assuntos ligados a cidade
O presidente da Câmara de Vereadores de Esteio, Sandro Severo (PSB) esteve realizando na manhã do dia 02 de março, uma visita de cortesia a sede do Jornal Destaque. Sandro foi recepcionado pelo diretor da empresa, Miguel Luz. De acordo com o presidente do Parlamento Municipal, assumir este cargo é uma experiência nova e de responsabilidade. “Desde o ano passado estamos desenvolvendo um trabalho com parcerias com outros segmentos da comunidade, que aos poucos vem tendo resultados expressivos”, disse Sandro. Ele salientou sobre o projeto de sua autoria que implanta no município um cartaz com as fotos dos foragidos do sistema prisional. 
PARCERIAS - Sandro Severo falou que o Legislativo é parceiro em vários setores da comunidade, entre eles, viabilizar em manter a história de Esteio preservada, tanto pela existência do Museu Histórico Destaque, que completou em outubro de 2017, 26 anos de existência, bem como nas páginas do JD, que está há mais de cinco décadas de circulação na Região Metropolitana. Durante a visita, Miguel contou histórias sobre pessoas que ajudaram no desenvolvimento do município, pertencia a São Leopoldo e se emancipou em 28 de fevereiro de 1955. O chefe do Legislativo municipal esteve acompanhado pela assessoria de imprensa, Teresinha Bobsin.


Antigo prédio da Justiça do Trabalho agora pertence ao Município
Antigo prédio fica localizado na Avenida Salgado Filho, no Centro
A antiga sede da Justiça do Trabalho, localizada na Avenida Senador Salgado Filho, no Centro, agora pertence ao Município. Fechado há pelo menos cinco anos, o local pretende ser sede de um Centro de Referência em Assistência Social (Cras) e um Centro de Convivência do Idoso. Isso se tornou possível após o chefe do Executivo Municipal, Leonardo Pascoal ter entregado um ofício ao superintendente do Patrimônio da União no Rio Grande do Sul (SPU/RS), Antônio Carlos Nunes Jung, solicitando a cedência para a Administração. Conforme o ofício, elaborado pela secretaria de Cidadania, Trabalho e Empreendedorismo, o Cras Centro poderia atender até cinco mil famílias, ampliando os serviços de proteção básica da política de assistência social. “Nosso desejo é dar uma utilidade pública para aquela estrutura, que hoje está sem uso, oferecendo um local de atendimento para as pessoas que moram na região, como também prestar um serviço novo aos idosos do nosso Município”, afirmou Pascoal. Atualmente, Esteio conta com dois Cras (Conviver, na Vila Olímpica; Território de Paz, no Parque Primavera), duas unidades de Referência em Assistência Social (URAS), na Pedreira e no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU); e um Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas). Já o Centro de Convivência do Idoso seria um novo serviço. Terá o objetivo de promover o cuidado especializado, bem como a manutenção da autonomia e da cidadania de pessoas com 60 anos ou mais.



Projeto voluntário recebe honraria do Legislativo 

Em pouco mais de um ano, o ‘Conta Comigo’ já esteve 
realizando diversas ações na cidade
Tatiana Tanara com as homenageadas pelo trabalho voluntário na cidade
Voluntários de diversos segmentos da cidade participaram na noite do dia 20 de fevereiro, do ato solene, em homenagem ao projeto ‘Conta Comigo’. A solenidade ocorreu na Sala de Sessões Luiz Alécio Frainer, na Câmara Municipal. Entre as agraciadas com o certificado foi Alessandra de Vargas e Rita de Cássia Corrêa Pacheco. O presidente do Legislativo, Sandro Severo parabeniza a iniciativa do programa que teve início em 2017 e tem condições de ter uma vida longa. “Todos os envolvidos merecem respeito e reconhecimento, pois dedicam horas de seu dia em se capacitar e dar uma nova cara para a cidade”.
TRABALHO - De acordo com o chefe do Executivo Municipal, Leonardo Pascoal, a entrega da honraria representa a dedicação e a parceria de todos os envolvidos no projeto. “É um grupo que está trabalhando para que cidade possa ficar melhor para todos”. Emocionada, a secretária de Cidadania, Trabalho e Empreendedorismo, Tatiana Tanara falou que trabalhar com o voluntariado junto à gestão pública é algo que possui alguns obstáculos, mas com organização conseguimos vencer. “A solidariedade é uma peça chave para o sucesso, que acaba envolvendo diversas pessoas”.
HISTÓRIA 
O Conta Comigo tem como objetivo atrair e capacitar voluntários para atuarem em diferentes ações realizadas na cidade. Para se inscrever, é necessário preencher o formulário disponível no site da Prefeitura. Podem se cadastrar pessoas com mais de 18 anos, interessadas em participar de ações voluntárias em Esteio e que possam participar de capacitações. Os cadastrados serão convidados, inicialmente, para uma capacitação com temas como a legislação federal sobre serviço voluntário, com atribuições, compromissos e deveres, e o decreto municipal 5.687/2017, também sobre voluntariado.


Idosos de Esteio participam de aulas de boxe
Aulas estão sendo realizadas todas as quintas-feiras no ginásio municipal
Vovós e vovôs com mais de 60 anos tem mais uma opção para praticar atividade física na cidade. Já está em pleno funcionamento à prática de boxe para a Terceira Idade, sob o comando do boxeador Abílio Mendes. As aulas ocorrem todas as quintas-feiras, às 10h30. Segundo Abílio, para os idosos que fazem parte do Cras Conviver e do Território da Paz, as aulas acontecem no Ginásio Edgar Piccioni. Já aqueles que residem ou utilizam os serviços do Uras Pedreira/PAIF podem procurar a oficina sócio educativa , na quadra de esportes da Escola Municipal Trindade, que fica nas dependências da Vila Pedreira. As atividades ocorrem todas às quintas-feiras, às 15 horas. “Tenho uma grande satisfação, pois a cada dia, ambos os grupos estão tendo mais procura e com isso estamos conseguindo atingir o objetivo. O foco é proporcionar uma qualidade aos idosos da cidade”. De acordo com Neuza Brum, representante do Conselho Municipal do Idoso, as primeiras aulas estavam participando cerca de dez pessoas e neste ano já estão aderindo à prática esportiva, 15 integrantes. “A ideia que o público de Terceira Idade opte por se exercitar, em busca de uma qualidade de vida e melhorias no condicionamento física”, comentou Neuza.


Deputado Heitor Schuch repassa mais 
250 mil em emenda para Esteio
O deputado Heitor Schuch (PSB/RS) esteve em Esteio, na última semana, formalizando a entrega de emenda parlamentar ao prefeito Leonardo Pascoal (PP). O recurso, no valor de R$ 250 mil, deverá ser investido em projetos de infraestrutura, como a pavimentação de ruas nos bairros. Estiveram presentes no ato, o vice-prefeito, Jaime da Rosa, o presidente da Câmara, Sandro Severo, os secretários de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Kohlrausch, de Obras, Leomar Teichmann, de Saúde, Gerson Luis Cutruneo, além do assessor parlamentar Enoque Gomes, representando o vereador Ari Zanoni da Center. Em seu primeiro mandato como deputado federal, Heitor Schuch tem priorizado Esteio na destinação de recursos. Em dois anos, foram R$ 793,5 mil em emendas para o município, em um trabalho conjunto com a prefeitura, vereadores, lideranças partidárias e entidades. Investimentos em saúde, infraestrutura e segurança foram as principais áreas atendidas. “Ajudar a melhor a vida das pessoas é nosso objetivo. Além de seguir buscando recursos, continuaremos trabalhando por políticas públicas para o desenvolvimento de Esteio”, diz Schuch.

Corte do Carnaval de Esteio é apresentada
Rei Momo, juntamente com a rainha e das princesas da festa
Dentro da programação dos festejos de Momo na cidade, a corte do carnaval de 2018 foi escolhida em fevereiro, durante um evento realizado na Praça da Juventude, no bairro Jardim Planalto. Pâmela Paloma de Andrade Tadeu, 25 anos, representante da Escola de Samba Mocidade Independente do Jardim Planalto, conquistou o título de rainha. Além da soberana, juntamente com as princesas e o Rei Momo, Geovani Rodrigues fazem parte da corte que irão reinar no carnaval que está previsto para ocorrer no dia 17 de março, no Parque de Exposições Assis Brasil. A festa tem início a partir das 20 horas. Após a escolha das soberanas, também foi realizado a apresentação dos sambas enredo das três agremiações da cidade que pisarão na avenida, assim como dos blocos participantes. Neste ano, o carnaval é organizada pela Liga das Escolas de Samba e Blocos de Esteio (Liesbe), com o apoio da Prefeitura.


Claudia e Adão desfilaram em uma das
alas da União da Ilha do Governador
Casal de Esteio desfila no carnaval do Rio de Janeiro 
Adão e Claudia realizaram o 
sonho de desfilar na Sapucaí 
A paixão pelo carnaval fez com que um casal de Esteio realizasse o sonho acalentado por anos. Claudia Foljarini e Adão Luiz Oliveira desfilaram na escola União da Ilha do Governador, em plena Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro, considerado o maior espetáculo a céu aberto do mundo. Claudia contou que gosta de carnaval, devido a alegria que ela proporciona para as pessoas. “Pelo menos quatro dias do ano, temos a oportunidade de esquecer os problemas, vestir a fantasia e se divertir”, disse Claudia. Ela salientou que já havia viajado em três oportunidades para a capital fluminense, mas sempre teve o sonho de desfilar numa escola de samba e quando surgiu a proposta, resolvemos participar. “É algo indescritível, onde recomendo que qualquer pessoa tenha esta experiência. Minha escola de coração é a Portela e de Adão é Salgueiro”.
ALA - Segundo Claudia, a ala em que desfilou com o marido foi na ala Tropical, caracterizados como cupcake, que fazia parte do contexto do enredo que abordou sobre a culinária brasileira. “Outro fator determinante foi a questão do horário, já que a União da Ilha foi uma das primeiras agremiações a pisar no segundo dia do desfile das escolas do Grupo Especial, por volta da meia noite. Tínhamos medo de retornar muito tarde para o hotel, devido a violência”. Em relação à infraestrutura da passarela do samba, tanto Claudia como Adão ficaram impressionados com a organização dos responsáveis das escolas, bem como o sistema de água e luz, nas imediações do sambódromo. “Por isso que agora se entende que se trata um dos maiores eventos do mundo. Muito se deve a organização e o talento de quem trabalha com o carnaval durante todo o ano”.


HOMENAGEM
No dia 14 de fevereiro, Marlene Silva Cutruneo, ex- secretária de Educação do município comemorou 80 anos de vida junto a seus amigos e familiares. A cunhada Creusa Cutruneo e a sobrinha Alessandra Cutruneo organizaram uma comemoração especial que contou com a presença dos amigos, Paulo e Deliza Spindler, Enedir Favero, Vera Agra, Clélia Minuzzi, Sueli Ramos, Selma Rodrigues e Vanessa Candiolli, eLydia Costa. Outros integrantes da família Cutruneo também prestigiaram o aniversário de Marlene como Lia, César, Valquíria, Gerson, Rosemeri, Amanda e Isabela.


LORI EMANOELA DA SILVA 
SER FELIZ É UMA ESCOLHA 
Todas às vezes que nos deparamos com diferentes formas de agir, e de viver nos deixam um pouco inquietos. Na maioria das vezes, observamos que todos nós no fundo de nossa alma somos diferentes, e igualmente parecidos por conta de que temos as mesmas vontades humanas... Ninguém em sã consciência acorda pela manhã desejando que as coisas em sua vida não dê certo, na mansão ou no casebre, ninguém mesmo! Dito isso, peço aos amigos que reflita sobre o papel de cada um neste mundo, a importância que cada um de nós tem no grande contexto humano e planetário. Nem tudo que vivemos é real, nem tudo que afirmamos ser verdadeiro existe; porque meus caros as verdades não são absolutas. Prestar atenção naquilo que nos incomoda, naquilo que nos faz feliz, é um grande indício de reconhecer nossa essência divina e principalmente que cada um de nós faz a diferença sim, mas, quando temos um grande e determinante propósito de ser melhores que antes...

Mulheres recebem honraria do 
Legislativo esteiense 
Ato solene aconteceu no Plenário da Câmara
Homenageadas juntamente com as autoridades
Para celebrar o histórico de lutas e avanços das conquistas femininas, comemorado anualmente em 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a Câmara de Vereadores realizou no dia 06, na Sala de Sessões Luiz Alécio Frainer, ato solene alusivo à data. Durante o evento, de iniciativa das vereadoras Fernanda Fernandes (PP) e Rute Pereira (PMDB), foram prestadas homenagem às  mulheres que se destacaram no município, ao todo 18, indicadas por diversos segmentos da sociedade. A solenidade foi dirigida pelo presidente do Legislativo, Sandro Severo (PSB) e  teve a participação dos vereadores Euclides Castro (PP), Felipe Costella (PMDB), Ari Zanoni (PSB), Leo Dahmer (PT), Luiz Duarte (PT), Márcio Alemão (PT), Mário Couto (PDT), além do diretor da Ceasa, Vanderlan Vasconselos, do deputado estadual, Juvir Costella, além do prefeito, Leonardo Pascoal e autoridades locais. Em sua fala de abertura, a proponente,  Rute Pereira falou sobre as desigualdades, especialmente sobre o machismo existente ainda nos dias atuais. “Que as mulheres conquistem cada vez mais seu espaço, nas chefias, e na vida”, disse. Também autora da proposição, Fernanda Fernandes  citou as conquistas femininas ao longo da história e falou dos desafios a serem enfrentados. Citou a personagem do livro do escritor, Érico Veríssimo, Ana Terra. “Ela retrata a força e garra da mulher na família e até na política. Muito de nossas lutas cotidianas ainda precisam ser conquistadas. Que sejamos mais perseverantes na busca da paz em nossos espaços”, disse; Já o prefeito Leonardo Pascoal falou sobre lançamento do “Cimento e Batom”, projeto em parceria com a ONG Mulher em Construção que vai oferecer capacitação na área da construção civil para mulheres de baixa renda, entre 18 e 50 anos que residam nas áreas mais vulneráveis da cidade. Na oportunidade, os vereadores entregaram uma honraria às homenageadas. A mestre de cerimônia foi Mônica Marins.
LISTA DAS HOMENAGEADAS
Carla Assumpção, Claudia Correa Costa, Clauria Danitce Silveira Bugs, Deise Luciane Kologeski Nadalon, Elza Missae Takeuchi Navarro, Graziela Oliveira Neto da Rosa, Iara Maria Costa Pacheco, Joscemara Ferreira da Rosa, Maria Beatriz da Silva Ribeiro, Maria da Graça Taffarel, Maria Terezinha Silva Rodrigues, Marilene Zonta da Silva, Miriam Salete de Vargas, Roberta Dias da Silva, Rosangela Maria Barth Pires, Sandra Corrêa, Sandra Figueiredo e Simone da Silva Pinto.


Acis presta homenagem a Cláudio Storck
Douglas Santin e Malu Storck
A ACIS de Sapucaia do Sul homenageou na noite do dia 06 de março, o ex-vice presidente da entidade, Cláudio Storck, nomeando a sala de eventos do prédio da entidade, como ‘Sala de eventos Cláudio Storck’, na presença da viúva Malu Storck. Entre as autoridades presentes, prestigiaram a inauguração o secretário da Indústria Comércio, Agricultura e Abastecimento do Município, Reinaldo Maldaner, o secretário de Segurança Pública e Mobilidade Urbana, Jacó Cruz, os vereadores Carlos Eduardo (Maninho) e Cléber Rachel, e o comandante da Brigada Militar de Sapucaia do Sul, Silvio Engelsing, entre outras autoridades. A cerimônia encerrou-se com a visita das autoridades e associados às dependências do novo espaço no prédio a ACIS Coworking.


Aniversário de Esteio é marcado 
por missa campal 
Ato religioso ocorreu na Rua 28 de Fevereiro
Religiosos e comunidade participaram do ato
Mais de 200 pessoas prestigiaram na tarde do dia 28 de fevereiro, a missa festiva, em homenagem aos 63 anos de emancipação política. O evento foi realizado num terreno localizado na rua de mesma data, situada no bairro Parque Amador. Durante a missa campal, o Coral Vozes do Coração, sob a regerência de Tanilo Daniel cantaram músicas religiosas e alusivas a data. A celebração foi conduzida pelos padres Fernando Pietranera e Jorge de Siqueira Cesar. Uma das idealizadoras da missa campal, Loreni  Maria de Borba Machado relatou que a ideia em fazer a missa surgiu em função de uma atividade que uma jovem participante do CTG Poncho Crioulo necessitava em organizar uma ação em prol da entidade. “Aceitei a iniciativa, mas a imposição era que tinha que ser uma missa, durante o aniversário de Esteio”, disse Loreni. Ela salientou que por dois anos, a solenidade religiosa ocorreu no meio da rua, com o aval do então paróco da Igreja Imaculado Coração de Maria, padre Leo Hastenteufel. Em seguida, foi cedido um terreno para a realização da missa e que permanece até os dias atuais.
ORGULHO - “Tenho orgulho de poder ter feito parte desta história que a cada ano está melhor, buscando unir mais as pessoas. Moro há mais de seis décadas na cidade e pertenço desde então a Paróquia Coração de Maria”. O vice- prefeito Jaime da Rosa, esteve presente, assim como representantes de diversos segmentos da comunidade, empresários, além de integrantes do Executivo e Legislativo. Ele destacou que prestigiar um ato religioso demonstra que precisamos não somente cuidar do corpo, mas também do espírito.


Poeta conquista 4º Esteio da Poesia
Vencedores e participantes do festival realizado na cidade
Pela primeira vez, o Esteio da Poesia Gaúcha tem um bicampeão. Com o trabalho “Tudo o que Havia de Bueno”, o poeta são-borjense Rodrigo Bauer conquistou o título da quarta edição do festival, realizado no dia 24 de fevereiro, na Casa de Cultura Lufredina Araújo Gaya. Em 2016, Bauer ganhou com “Não me Perguntes do Gaúcho Velho”, homenagem ao tradicionalista e apresentador Antônio Augusto Fagundes. “A segunda vitória no Esteio da Poesia me traz uma alegria muito grande. É um festival que vem crescendo e amadurecendo muito rápido e com muita consistência! Fazer parte dessa história é muito gratificante”, comentou, satisfeito, o poeta campeão. As apresentações da noite, como é tradição começaram com um show local. O músico esteiense Jean Carlo Godoy mostrou todo o seu talento ao violão, com a participação dos seus conterrâneos Lucas Ferrera e Marcelly Bueno Cachoeira. O espetáculo contou ainda com a flautista riograndina Charlise Bandeira e o porto-alegrense Guilherme Castilhos. O melhor trabalho em palco ficou com “O Duelo de Don Blanco”, do poeta Rodrigo Kuhn, interpretado pela declamadora Silvana Giovanini, amadrinhada (acompanhamento musical) pelo próprio autor, também premiado como melhor amadrinhador. Destaque, também, para as mulheres. Liliana Cardoso Duarte, Silvana Andrade e Silvana Giovanini ganharam os três troféus destinados aos melhores declamadores da noite. Com diferentes temáticas e estilos, os declamadores interpretaram os dez trabalhos finalistas do festival, sempre acompanhados por grandes amadrinhadores. A cada poema interpretado, a plateia fazia o silêncio necessário para não atrapalhar a declamação. A noite de música e verso seguiu com um show especial do cantor Daniel Torres e seu repertório que mescla música gaúcha e clássicos latino-americanos.


Decisão do valor do piso regional tem que ser técnica e não política”, defende Any Ortiz
 Any Ortiz representa o PPS, na AL
O governo do Estado encaminhou a Assembleia Legislativa o projeto de lei que determina o índice de reajuste do piso regional gaúcho e a deputada estadual Any Ortiz voltou a defender que a correção seja baseada em um cálculo fixo. Desde 2016 está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa um projeto de lei de autoria da deputada que institui uma política de reajuste para o piso regional. Pela proposta o índice será discutido entre os sindicatos patronal e de empregados, analisando a realidade econômica de cada setor no momento da negociação dos dissídios sem que a definição da correção dependa do entendimento do governador. “Nós defendemos que não haja aumentos impagáveis que possam virar demissões e nem que o governo conceda reajustes que não atendem as necessidades dos trabalhadores. Minha proposta tira o caráter político dessa decisão e cria uma estabilidade econômica para trabalhadores e empresários”, defende Any Ortiz.


Vito Smigelskas acompanhou
o crescimento da cidade
Um professor que acompanhou o desenvolvimento de Esteio 
Professor Vito fala de histórias sobre o local que mora há mais de seis décadas 
Acompanhar o crescimento de uma cidade é o privilégio de poucos. Mas descobrir suas nuances e desvendar segredos fica restrito para um público mais seleto ainda. Uma dessas pessoas que se enquadra nestes perfis é o professor aposentado Vito José Smigelskas. A história de sua família se confunde com a presença dos primeiros habitantes da então Vila de Esteio, pertencente ao município de São Leopoldo. Ele relatou que seu pai era agricultor e sua mãe, a professora e ex-vereadora Ilse Smigelskas residiam na antiga Rua Camaquã, que após alguns anos passou a se chamar Avenida Senador Salgado Filho. “Aos três meses vim para esta terra com meus pais e não sai mais”, disse o professor. Vito salientou que sua mãe era educadora na então Escola Serafim Pereira, que também, anos mais tarde recebeu o nome de Tomé de Souza, após a emancipação política de Esteio.
LUGAR - O professor aposentado falou que há mais de seis décadas reside no mesmo lugar onde seus pais optaram por viver. Por ter sido agricultor, Vito José ressaltou que se pai plantava numa área de terra de aproximadamente 1,2 mil metros quadrados. “Com o passar dos anos, se tornou uma chácara dentro do perímetro urbano da cidade”. Ele contou que tem orgulho de evidenciar o acompanhamento do crescimento do município para passou de ser um distrito, na década de 50 e atualmente é uma das cidades mais importantes do Estado e da Região Metropolitana.
DESENVOLVIMENTO DA CIDADE ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO 
Durante seu período escolar, Vito José estudou na Escola Estadual José Loureiro da Silva, por alguns anos foi a única na cidade que tinha Ensino Médio. “Anos mais tarde retornei para a instituição para o cargo de professor que me deixou muito honrado”. Ele comentou que acompanhou ao longo dos anos a questão do processo educacional. “Houve mudanças expressivas, como por alguns anos, entre as disciplinas Educação Moral e Cívica, entre outras que não estão mais no currículo escolar. A própria questão da religiosidade também mudou nas últimas décadas”. Entre as personalidades que Vito destaca como importantes e que lutaram para que a comunidade, foi o ex-prefeito Juan Pio Germano, entre 1973 e 1977, que entre as benfeitorias se tornou um apoiador a cultura local. Outros que também deixaram seu nome na história de Esteio foi Adão Johann e Enéas Teredo Buscari e Luiz Alécio Frainer.
FAMÍLIA ENVOLVIDA NA POLÍTICA 
Por aproximadamente seis anos, Vito acompanhou a trajetória política de sua mãe, que por seis anos foi uma das primeiras mulheres a ser tornar vereadora em Esteio, na década de 80. “O primeiro mandato de Ilse no Legislativo foi também acompanhado de outras duas mulheres, Bernadete Seibt e Rute Pereira, que faziam sua estreia na política”, informou Vito. Devido a proximidade com a educação, Ilse esteve ligada a Comissão de Educação para ampliar o número de escolas e oferecer acesso as crianças e aos adolescentes ao ensino. “Há mais de trinta e cinco anos, o Hospital São Camilo já passava por dificuldades e Ilse também estava engajada para que a saúde também tivesse um destaque especial”, contou Vito. Além disso, Vito frisou que sua mãe teve um apreço especial pelas ações de preservação com o meio ambiente.
UM POVO TRABALHADOR 
Vito Smigelskas enfatiza que para os próximos anos, os governantes e empresários possam ter um planejamento para a cidade, pois a tecnologia existe e precisa ser utilizada em nosso favor e não como uma arma destruidora. “Em alguns aspectos devemos pensar que a tecnologia está avançando de maneira muito rápida e que em muitos casos, nosso cotidiano cabe na palma da mão, através de um aparelho celular”. Já em relação ao aniversário de Esteio, Vito José é categórico em dizer que esta data representa a luta de um povo trabalhador e que trabalha para que possamos crescer de maneira mais integrada e unida.


Vera Rita Lucena Borges
Moradora relata a evolução da Avenida Presidente Vargas 
Vera Lucena Borges é uma das moradoras mais 
antigas da principal via da cidade 
Moradora da Avenida Presidente Vargas, desde a década de 50, antes da emancipação política de Esteio, Vera Rita Lucena Borges acompanhou o crescimento não somente da principal via comercial da cidade, mas também a evolução da cidade, juntamente com a mulher na sociedade. Vera comentou que morava em Porto Alegre quando iniciou um romance com o recém formado médico Paulo Lucena Borges. Após o período de namoro e de noivado, mais precisamente no dia 20 de abril de 1950, cinco dias após o casamento fixou residência no então distrito de São Leopoldo. “Casei aos 20 anos e já conhecia um pouco do lugar, pois aquele com quem me casei já trabalhava na vila e aos poucos fui descobrindo o lugar”, disse Vera. Ela salientou que um dos primeiros contatos que teve em Esteio, quando na então Farmácia Salutar, onde o esposo trabalha e residia num apartamento na parte superior do estabelecimento. “Devido da localidade e a proximidade do trabalho, resolvemos comprar o terreno na rua, que ao longo dos anos passou por diversas transformações”.
CONSTRUÇÃO - A dona de casa lembra com satisfação quando veio fixar moradia em Esteio de alguns locais de referência na cidade. “Onde está construído o Clube Aliança era um campo de futebol para as crianças e até os adultos podiam se divertir. Fui privilegiada em assistir a construção do clube que faz parte da história da cidade. Por décadas, o Aliança se tornou o palco de encontro da sociedade esteiense. Além disso, antes da construção do viaduto João Belchior Goulart, nos anos 50, residia uma família de origem alemã formada pelo casal Max e Berta, além da irmã Ida”. Ela enfatizou que nas proximidades de sua moradia em terras esteienses também havia a antiga Casa Regina, Hotel Avenida e a Ferragem Borges.
UM LUGAR TRANQUILO PARA VIVER 
Nestas quase sessenta anos residindo na Avenida Presidente Vargas, Vera Rita comenta que tem o privilégio de acompanhar o desenvolvimento da via expressa, onde se recorda no período em que somente haviam moradias e poucos estabelecimentos comerciais. “Com o passar dos anos, a avenida também foi obrigada a acompanhar o desenvolvimento e com isso, também alguns problemas, de cidades com uma quantidade de população expressiva”. Por ter adotado este local para viver e criar os filhos e netos, Vera Rita ressalta que tem um apreço especial por estas terras e também foi onde conquistou a felicidade. “Se por acaso tivesse o dom de mudar algo na cidade, um dos pontos positivos seria viabilizar da retirada de moradores de rua. Um dos motivos é que nos últimos anos, este público aumentou consideravelmente. Se por acaso houvesse um trabalho de recuperação ou providências a mudança de alguns que são oriundos de outras cidades próximas, talvez tornasse a avenida mais tranquila para trabalhar e passear”.
LUGARES QUE ESTÃO SOMENTE NA MEMÓRIA 
Momentos de glamour que fez parte da rotina da sociedade esteiense nos anos 50 e 60, principalmente aqueles com poder aquisitivo era à tarde tomar guaraná com uma fatia de torta, na antiga Padaria Estrela. “Os vizinhos também eram especiais e sempre me dei bem com todos em minha volta”. A moradora também falou de importantes estabelecimentos comerciais que por décadas estavam na cidade, como a Confeitaria Malta, Lojas Preferida, Casa Regina e Elsa, A Formosa, bem como os cinemas Imperial e Palácio. Vera Rita é mãe de cinco filhos, sendo três homens e duas mulheres e quatro netos.


Dupla esteiense desponta no mundo do rock
Ainda neste ano, os músicos pretendem gravar um EP
Músicos estão buscando se aperfeiçoar na carreira
O rock na cidade ganha mais dois novos seguidores. Trata-se de Gabriel Vergara e Claudio Abraão, ambos com 20 anos que formaram a dupla ‘Tocando por ai’. Claudio relatou que começou a aprender a tocar com seu tio que era integrante da Banda da Saldanha, em Porto Alegre. “Um dos primeiros instrumentos que tive um apreço especial foi o violão, aos 16 anos”, disse Vergara. Já Claudio iniciou seu elo com a música, ainda quando estudava no contraturno no Centro de Formação Teresa Verzeri, junto com o grupo ‘Som da Lata’ e nas oficinas de violão. “Já faz quase uma década que estou ligado à música e não pretendo abandoná-la”.
ENCONTRO - Tanto Claudio quanto Gabriel falaram que a ideia em montar uma banda ou algo similar surgiu quando estudaram junto no Senai, em Porto Alegre, no curso mecânica de refrigeração. “Em pouco de estrada já tocamos em cidades como Campo Bom, Tramadaí e Canoas”. Eles salientaram que a internet, através do Instagram e Facebook estão dando uma alavancada na carreira, através das postagens e de vídeos. Claudio e Gabriel contaram que uma das novidades para 2018 é investir na gravação de um EP, com músicas autorais. “Nossas principais inspirações são Legião Urbana, Capital Inicial, Raul Seixas, Red Hot Chili Peppers, entre outros”. Mais informações da dupla podem ser obtidas pelas redes sociais com o nome de Tocando por ai ou pelo telefone 9816-28257.


Atletas surdos farão atividades em ginásio
A comunidade de surdos de Sapucaia do Sul agora conta com um espaço para a prática de esporte. Nos domingos, das 15h às 18 horas, a quadra do Ginásio Edu Viegas será utilizada pela Associação Gaúcha dos Surdos de Sapucaia do Sul. A cedência do espaço foi firmada entre o prefeito Luis Rogério Link, o secretário de Esporte e Lazer, Everaldo Ramos de Moura; e o presidente da associação, Alex Sandro Simões. Campeonatos de surdos são frequentes e os atletas de Sapucaia precisavam de um local adequado para treinar. “Somos parceiros da associação, e ficamos felizes em contribuir para estes atletas que representam a nossa cidade”, afirmou o prefeito. Para Simões, a liberação do Edu Viegas é muito importante para a associação, que utilizará o espaço não apenas para treinos, mas também para atividades de integração e projetos com crianças.


Acores realiza corrida em homenagem ao aniversário de Esteio 
Atletas da cidade e região percorreram diversas ruas do Santo Inácio e Jardim Planalto
Corredores demonstraram preparo físico e  disposição
Na semana dedicada ao aniversário de 63 anos de emancipação política de Esteio, a Associação dos Corredores de Rua de Esteio (Acores) promoveu uma atividade alusiva à data. O evento ocorreu no dia 25 de fevereiro, onde a largada ocorreu em frente a Praça da Juventude, no limite entre os bairros Santo Inácio e Jardim Planalto. Participaram aproximadamente 120 atletas, além de 35 crianças, que disputaram em várias categorias. Os corredores percorreram diversas ruas e avenidas da localidade. Prestigiaram representantes do Executivo e Legislativo da cidade, assim como de outros segmentos da comunidade. O presidente da Acores, Paulo Henrique dos Santos fez um agradecimento aos competidores e a todos que ajudaram em realizar mais esta ação, que já é um dos eventos mais importantes, na Semana de aniversário da cidade.
DONATIVOS - Paulo Henrique informa que ainda foram arrecadados cerca de 100 quilos de alimentos. Os donativos serão revertidos para famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social na cidade, assim como a doação de 60 quilos de ração para cachorros e gatos Entre os corredores, o troféu de mais idoso foi para João Clever Calatta, de 70 anos, integrante da equipe DSX Assessoria Esportiva. A mulher mais idosa foi Heloisa Maria Pires, da equipe Espaço R2. Na categoria a mais nova atleta ficou para Agatha Dornelles Barcelos, de oito anos, da equipe Acores/Assessoria Zanata. Já o garoto mais jovem foi Davi Marques. A equipe com mais participantes foi a Espaço Fit, de Porto Alegre.


Estacionamento no Centro passará 
por novas mudanças
A colocação de novos parquímetros e a pintura das vagas de zonal azul que foram alteradas. Esta foi a pauta da reunião que aconteceu no dia 06 de março, por intermédio da Comissão de Segurança, Defesa do Consumidor e Direitos Humanos, presidida por Márcio Alemão e composta por Mário Couto e Harri Zanoni. O encontro, que foi realizado na sala de reuniões situado no prédio da Câmara contou com a participação da vereadora Rute Pereira e da representante da empresa Zona Azul Brasil, Patrícia Rosa Barduque. As áreas sujeitas ao pagamento pelo estacionamento foram modificadas  em 23 de junho do ano passado, por conta da Lei 6574/2017. No entanto, algumas vagas que, pela legislação atual, não são mais cobradas continuam com a pintura de zona azul. Patrícia, representante a empresa concessionária, disse durante a reunião que seria de obrigação da Administração Pública, uma vez que a modificação da área paga foi de iniciativa do Município e não da empresa. Já sobre a colocação de novos parquímetros, Patrícia afirmou ainda que eles são instalados em local de grande fluxo, determinados pela Administração Pública e não pela empresa.  Quatro deles teriam sidos instalados no último ano. Porém, a colocação de novos aparelhos custariam caro à companhia e não estaria nos planos da companhia, por enquanto. Conforme a empresária, a Zona Azul Brasil teria em média R$ 100 mil de prejuízo com suas operações em Esteio. Patrícia afirmou que o principal motivo das cifras negativas seria a gratuidade de 15 minutos aos usuários do estacionamento pago. A empresa propõe que ela seja substituída por uma isenção de 10 minutos por vaga, para o motorista comprar um ticket. A comissão deve convidar com os representantes da secretaria de Trânsito no próximo dia 13 de março para uma reunião.


São Camilo voltará a atender por convênio 
Foi assinado um documento entre a Casa de Saúde e o IPE
Representantes do município e do IPE participaram do ato, em Porto Alegre
O prefeito esteiense Leonardo Pascoal assinou no dia 28 de fevereiro, o convênio com o Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Sul. Pelo acordo, o Hospital São Camilo vai prestar atendimentos aos segurados do IPE, sendo remunerado pelos diferentes procedimentos que serão oferecidos. O documento foi firmado, também, pelo presidente do Instituto, Otomar Vivian, e pelo diretor administrativo da Fundação de Saúde Pública São Camilo de Esteio (FSPSCE), Dilnei Garate. “Para nós de Esteio, este ato é motivo de grande alegria, de contentamento e de uma representatividade muito grande. Ele dá início a uma nova fase para nosso Hospital, possibilitando que a gente tenha receitas não-públicas, que vão ajudar a equilibrar as contas, a cumprir os compromissos, a ampliar os serviços que são prestados na nossa instituição e a ampliar, também, a produtividade”, destacou o prefeito.
PARCERIA - O presidente do IPE afirmou que a parceria também é importante para o Instituto. Otomar fez uma breve histórico da instituição, criada em 1931, reforçando que ela será transformada em uma autarquia. “Com isso, teremos mais força e poderemos prestar melhores serviços aos nossos segurados. Esse acordo com Esteio é muito importante no sentido de ampliarmos nossos serviços no Município e em toda a região”, afirmou.
PROCEDIMENTOS COM O NOVO SERVIÇO 
De acordo Termo de Credenciamento, o Hospital disponibilizará atendimentos de urgência e emergência, obstétrica e ginecológica, UTI neonatal e adulto, centro cirúrgico, internações e fisioterapia para acamados. Os serviços serão disponibilizados após adequações técnicas que permitam o acesso do Hospital ao sistema do IPE. Participaram do ato, também, a supervisora da FSPSCE, Andresa Maitê Bohn; o chefe de Gabinete do IPE, Ivan Barreto; e o chefe do Gerenciamento de Prestadores do Instituto, Carlos Maurício da Passos.